Postado em 8 de Maio de 2018

População desaprova compra de cuia e bomba pelo presidente da Câmara de Vereadores

 

Na cidade mais gaúcha do Rio Grande, nunca se imaginou que a compra de uma cuia e uma bomba fosse gerar tanta discussão entre a população.

O assunto “bombou” nas redes sociais com a apresentação da nota fiscal da Joalheria e Ótica Marodin, número 00000112, em nome da Câmara Municipal de Vereadores no valor de R$ 600,00 com a descrição da compra de uma cuia e uma bomba.

Foi o que bastou para que houvesse as mais diversas interpretações e manifestações da população soledadense. Hoje em entrevista, o presidente do legislativo Sergio Rodrigues, falou sobre o assunto afirmando ter crédito junto à população de Soledade, pois está fazendo economia em todos os sentidos, quer ajudar o município evitando gastos desnecessários no Legislativo, enfatizando que a própria folha de pagamento foi reduzida em Dez mil reais.

Finalizou pedindo desculpas à população Soledadense, pois poderia ter comprado uma cuia e a bomba mais barata, mas garantiu que vai repor o valor e doar a cuia e a bomba para a Câmara de Vereadores.

Comentários

PUBLICIDADE