Postado em 22 de maio de 2018

Camioneiros Soledadenses apoiam a paralisação

Em Soledade, junto ao Trevo da bandeira, os camioneiros iniciaram a paralização, segundo os organizadores não existe a força para paralisar, mas a adesão dos companheiros de estrada, pois os custos do frete inviabilizam os caminhões em transitar.

Em contato com as lideranças do movimento, nem mesmo a redução do preço proposta pela Petrobrás atende as necessidades da categoria. Durante o dia de hoje o movimento continua.

Participando do movimento o agricultor e vereador Luiz Carlos Vizotto fez um desabafo, com as seguidas altas torna-se muito alto o custo da mecanização das lavouras, finalizou dizendo “ feijão preto e político corrupto só na pressão”.

Tiago Flores informou que devido ao custo de manutenção dos caminhões, está a mais de 20 dias parado.

Ao menos 12 estados já registram manifestações, entre eles São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Paraíba, Santa Catarina, Goiás, Bahia e Tocantins nesta terça.

Comentários

PUBLICIDADE